Apenas um olhar sobre Parada de Gonta. Uma visão da realidade de ontem, de hoje, de sempre. A Aldeia que foi musa do Poeta, dos Poetas, Tomás Ribeiro, Branca de Gonta Colaço, Rodrigo de Melo...e berço de muitos artistas!
Sábado, 22 de Janeiro de 2005
SOLARES E BRASÕES. A Nobreza de Parada de Gonta!

Embora sem grande profundidade e os conhecimentos, que seria desejável possuir, sobre os brasões e sua relação com as famílias nobres que representam, não quisemos deixar de trazer aqui a imagem que a história nos deixou no que se refere aos traços arquitectónicos e  familiares dos ilustres que quiseram ajudar a construir esta “Aldeia Formosa”.   


ESPERAMOS E APELAMOS AQUI, AO CONTRIBUTO DOS QUE NOS VISITAM NESTE  blog, PARA QUE ESCREVAM ALGO QUE SAIBAM SOBRE A CARACTERIZAÇÃO DE CADA UM DOS BRASÕES E RESPECTIVAS FAMÍLIAS </strong>!</strong></strong>


vista do Largo do Terreiro e solares visconde britiande e Tomas Ribeiro de Melo.jpg



Ao consultarmos o dicionário “Portugal Antigo e Moderno” de Pinho Leal, deparamos com a seguinte descrição: « …É Parada de  Gonta, uma povoação nobre, rica e bonita e, desde séculos, habitada por famílias ilustres, o que se prova pelos brasões de armas que adornam as fachadas dos prédios, alguns deles com oratórios ou capelas particulares. Ainda em 1830 havia neste lugar quatro missas diárias.Entre várias casas respeitáveis, se distinguem as dos srs. Pinho da Gama Bandeira – Almeida de Loureiro Castello Branco – Correia de Almeida e Vasconcellos – Baroneza de Palma – Souzas Melos, da Casa do Figueiral no Outeiro Real (…). Ufana-se esta aldeia em ser pátria do sr. Thomáz António Ribeiro Ferreira (vulgarmente Thomaz Ribeiro), que nasceu no 1.º dia de Julho de 1831. É filho dos srs. João Emílio Ribeiro Ferreira e D.Maria Amália d’Albuquerque (…). Os ascendentes paternos dos sr.Thomaz Ribeiro, são oriundos de Trancoso, e usaram dos apellidos Ribeiro Saraiva.


Brasao Solar Tomas  Ribeiro na Quinta da Fonte Figueira.jpg Solar Tomas Ribeiro na Quinta da Fonte da Figueira.jpg

Brasão e Solar da Família Tomás Ribeiro. Foi vendido por seu neto, Tomás Colaço, em 1938, a Antonio Santana sendo mais tarde, por herança, da família Neri. Hoje é sede da ASSODREC uma colectividade de caracter social.


  Solar Tomas Ribeiro de Melo.jpg Brasao do solar Tomas Ribeiro de Melo.jpg

Solar e Brasão da Familia Tomás Ribeiro de Melo. Mantém-se ainda hoje, na descendencia da mesma familia.


Brasao Solar Visconde Britiande.jpg   Solar dos Viscondes de  Britiande.jpg

Brasão e Solar da Familia do Visconde de Britiande. Foi vendido pelo neto Vasco Osório Teixeira de Magalhães, em 1972, a José Pereira Almeida.


Capela Santo Antonio anexa ao solar do Visconde de Britiande.jpg      Brasao colocado na Capela Santo Antonio anexa ao solar dos Viscondes de Britiande.jpg

Capela de Santo António fazendo parte do Solar do Visconde de Britiande.Possui um Brasão colocado por cima da janela da entrada principal.

</strong>DEIXE-NOS O SEU CONTRIBUTO
NA DESCRIÇÃO DAS PEDRAS DE ARMAS!
</strong>
</head>






1 CONTRIBUTO: para analisar
e enriquecer!

Os ascendentes paternos de
Tomás Ribeiro, oriundos de Trancoso, usavam apelido Ribeiro Saraiva.

Ribeiro é
apelido nobre em
Portugal. Villas-Boas

dá-lhe origem em Martins
Pães
Ribeiro

e sua irmã (a bela Ribeirinha – D. Maria Pães Ribeiro), filhos de  D.Payo Moniz, próximo do Rei D.Sancho I. Esta nobre família era da Lourinhã.

A família Saraivas de Trancoso,tinha também nobre linhagem, cuja origem é
a vila de Saraiva, na Biscaia (Espanha). O apelido chegou a Portugal no
reinado de D.João I, na pessoa de D.Vicente Fernandes Saraiva e D. Antão
Saraiva
, que acompanharam sua irmã, dama da Rainha D.Leonor, filha de D.Fernando I, de Aragão  que casou com o príncipe D. Duarte, filho do Rei D.João I.

Os Saraivas trazem por armas, escudo dividido em faixa sendo a 1.ª
de veiros de prata e azul e a 2.ª de água.Orla de púrpura
aparecendo as pontas de uma cruz, de ouro, floreada. Elmo de prata, cerrado.Timbre meio peixe serra,
da sua própria cor, com a serra de prata. Esta armas
deu D. Pedro (o Cru,) de Castela, a
um biscainho da vila de Saraiva, por ter tomado duas naus Francesas, com
apenas uma, na qualidade de capitão da mesma, pelo ano 1360.


LEAL, Pinho – Portugal
Antigo e Moderno
 


 Bom seria que outros contributos chegassem!



 





</html>


publicado por paradadegonta às 03:36
link do post | comentar | favorito
|

6 comentários:
De Anónimo a 25 de Julho de 2005 às 20:20
Parada de Gonta e que e! *Vivi Parada de Gonta*
*Viva Portugal*Dennis Amaral, filho do Carlos Forra
(http://www.paradadegonta.no.sapo.pt)
(mailto:dennisamaral_6@hotmail.com)


De Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 00:46
Passei pelo teu blog e gostei muito ... essas fotos que me transportam para um tempo que me fica já tão longinquo... nestas lutas do dia a dia pelas cidades... Obrigado adorei as imagens.
(ahhh o signo peixes foi mesmo para um amigo/colega) Beijinhos***lina
(http://acordomar.blogs.sapo.pt)
(mailto:linahopes@msn.com)


De Anónimo a 23 de Janeiro de 2005 às 12:44
Ag. Já visitei, mais uma vez, o teu "olhar". Tens lá boas imagens sobre Parada de Gonta e muitos registos actuais. É bom alertar aqui os que visitam "paradadegonta", para dar um pulinho ao teu sítio. Bom seria que surgissem contributos para a interpretação dos diferentes brasões e assim podermos conhecer um pouco mais das Familias e, bem assim, de Parada de Gonta. 1 abrç.paradadegonta
(http://paradadegonta.blogs.sapo.pt)
(mailto:paradadegonta@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Janeiro de 2005 às 22:26
Excelente o trabalho que fizeste sobre os Brasões de Parada de Gonta, suas origens e a quem pertencem na actualidade.Vê http://olhagostinho.no.sapo.pt/parada18.htm
Um abraço.Agostinho
(http://evtagostinho.blogs.sapo.pt)
(mailto:ag_silva@hotmail.com)


De joao a 11 de Dezembro de 2007 às 18:58
fixe


De Anónimo a 19 de Julho de 2012 às 11:43
os Ribeiro Saraiva são de Sernancelhe, e o mais ilustre António ribeiro saraiva de Morais e Figueiredo, foi lugar tenente de D. Miguel em Londres ( 1800-1890) era meu tio bisavô! ana


Comentar post

mais sobre mim
arquivos

Março 2017

Janeiro 2017

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

posts recentes

Assim nasce uma nova era....

Imagens que fazem a histó...

...

PARADA DE GONTA, SEMPRE!

E, por fim, TONDELA!

LEMBRANDO...

(...6) Em SINES e...

(...5) Em Carnaxide!

(...4) Em Coimbra!

Parada de Gonta,Terra de ...

(…3) Em Reguengos de Mons...

GILBERTO AMARAL. Casament...

(...2) Na Serra!

Parada de Gonta, pelo Paí...

Dos EUA a PARADA de GONTA...

...

PERCURSOS PEDESTRES!

PÁSCOA DE HOJE. PÁSCOA DE...

ESTAMOS EM TRABALHOS DE M...

MANUEL VIEGAS. Um Coração...

SIMBOLOS DE OUTROS TEMPOS...

A PRIMAVERA ENTROU POR AQ...

CORES DA NATUREZA. PERFUM...

PARADA DE GONTA EM FESTA ...

RODRIGO EMILIO.Poeta de P...

O CICLO DA BROA.

PARADA de GONTA. Continua...

NATAL de PARADA de GONTA!

FESTA À N.ª Srª da CONCEI...

CASAS DA ALDEIA!

Parada de Gonta Reconhece...

PARADA DE GONTA, Arqueoló...

Lembrando Os Que Já Parti...

QUINTAS de Parada de Gont...

Escola do 1.º Ciclo, Para...

Casas Típicas da Aldeia!

ESTAÇÃO Caminhos-de-Ferro...

A Descendência Artística ...

Ainda. As Noites da Aldei...

A NOITE COM ELA...

08 de Julho de 1880 - 08 ...

1 de Julho de 1831 – 1 de...

...

FONTES DA ALDEIA!

PARADA DE GONTA, 121 ANOS...

PARADADEGONTA RECONHECE O...

Fábrica de Lanifícios. 10...

...

Ainda as Festas Populares...

A convite de um Amigo...

Viagem Segura
ROMARIA
Grupo do Tacho
usatacho
...
Gilberto Amaral
Arte p 1 Canudo
Dennis Amaral
Luísredevil
Rodrigo Emilio
...
Ass.AmigosPGonta
ADRCPGonta
Escola PGonta
Sant’Ana.05
Website PGonta
...
AZORIANA geminada
(ParadadeGonta&Serreta)
IncertosMomentos
SegundaVida
Terena
Visitantes
Free Web Counter

VOCE ESTÁ AQUI
online

BOA VIAGEM...



pesquisar