Apenas um olhar sobre Parada de Gonta. Uma visão da realidade de ontem, de hoje, de sempre. A Aldeia que foi musa do Poeta, dos Poetas, Tomás Ribeiro, Branca de Gonta Colaço, Rodrigo de Melo...e berço de muitos artistas!
Domingo, 28 de Novembro de 2004
TOMÁS António RIBEIRO Ferreira 1831.1901

tomasribeiro.jpg



Que fresca aldeia formosa
Na margem do meu Pavia!
Tão branca, tão buliçosa,
Tão sussurrante e donosa
No seu copado arvoredo,
Como festiva fogaça,
Num dia de romaria,
Toda vestida de cassa;
Com lenço de seda verde
No airoso colo abraçado,
E um íris de mil matizes
Na breve cinta apertado;
E no peito, e no cabelo,
O mais completo jardim!
Não achais o quadro belo?
Pois bem, a aldeia era assim.

No centro grave e campeiro,
Se ergue o palácio da aldeia,
Num liso e largo terreiro
De anosos freixos moldado.
Era o Éden frequentado
Da aldeana rapazia,
Desse rancho descuidado,
Pai, filho, irmão da alegria.
E a casa que entre arvoredos
Ali sozinha vivia,
Tinha já musgosos muros,
Em que estreitas brancas listas
Se embutem na cantaria.
No centro, por sobre a porta,
Um brasão de fidalguia,
E, para o lado oriental,
Uma formosa capela
Tão vistosa e festival,
Que não se encontra mais bela
Noutra aldeia em Portugal.

Tomás Ribeiro
D.Jaime, Canto I, “Flores da Aldeia”


publicado por paradadegonta às 15:12
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Anónimo a 28 de Novembro de 2004 às 19:26
Um dos mais celebres poemas da Tomás Ribeiro "Flores da aldeia". Descreve como era a sua aldeia.Esta aldeia continua tão formosa como hà cem anos atrás "Parada de Gonta".Força Carlos e continua a revelar as belezas da terra.Agostinho
(http://evtagostinho.blogs.sapo.pt)
(mailto:ag_silva@hotmail.com)


Comentar post

mais sobre mim
arquivos

Março 2017

Janeiro 2017

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

posts recentes

Assim nasce uma nova era....

Imagens que fazem a histó...

...

PARADA DE GONTA, SEMPRE!

E, por fim, TONDELA!

LEMBRANDO...

(...6) Em SINES e...

(...5) Em Carnaxide!

(...4) Em Coimbra!

Parada de Gonta,Terra de ...

(…3) Em Reguengos de Mons...

GILBERTO AMARAL. Casament...

(...2) Na Serra!

Parada de Gonta, pelo Paí...

Dos EUA a PARADA de GONTA...

...

PERCURSOS PEDESTRES!

PÁSCOA DE HOJE. PÁSCOA DE...

ESTAMOS EM TRABALHOS DE M...

MANUEL VIEGAS. Um Coração...

SIMBOLOS DE OUTROS TEMPOS...

A PRIMAVERA ENTROU POR AQ...

CORES DA NATUREZA. PERFUM...

PARADA DE GONTA EM FESTA ...

RODRIGO EMILIO.Poeta de P...

O CICLO DA BROA.

PARADA de GONTA. Continua...

NATAL de PARADA de GONTA!

FESTA À N.ª Srª da CONCEI...

CASAS DA ALDEIA!

Parada de Gonta Reconhece...

PARADA DE GONTA, Arqueoló...

Lembrando Os Que Já Parti...

QUINTAS de Parada de Gont...

Escola do 1.º Ciclo, Para...

Casas Típicas da Aldeia!

ESTAÇÃO Caminhos-de-Ferro...

A Descendência Artística ...

Ainda. As Noites da Aldei...

A NOITE COM ELA...

08 de Julho de 1880 - 08 ...

1 de Julho de 1831 – 1 de...

...

FONTES DA ALDEIA!

PARADA DE GONTA, 121 ANOS...

PARADADEGONTA RECONHECE O...

Fábrica de Lanifícios. 10...

...

Ainda as Festas Populares...

A convite de um Amigo...

Viagem Segura
ROMARIA
Grupo do Tacho
usatacho
...
Gilberto Amaral
Arte p 1 Canudo
Dennis Amaral
Luísredevil
Rodrigo Emilio
...
Ass.AmigosPGonta
ADRCPGonta
Escola PGonta
Sant’Ana.05
Website PGonta
...
AZORIANA geminada
(ParadadeGonta&Serreta)
IncertosMomentos
SegundaVida
Terena
Visitantes
Free Web Counter

VOCE ESTÁ AQUI
online

BOA VIAGEM...



pesquisar