Apenas um olhar sobre Parada de Gonta. Uma visão da realidade de ontem, de hoje, de sempre. A Aldeia que foi musa do Poeta, dos Poetas, Tomás Ribeiro, Branca de Gonta Colaço, Rodrigo de Melo...e berço de muitos artistas!
Sábado, 18 de Fevereiro de 2006
RODRIGO EMILIO.Poeta de Parada de Gonta!

RodrigoEmilio.com.jpg

RODRIGO EMILIO de Alarcão Ribeiro de Melo

Poeta de Parada de Gonta!
Faria, hoje, 62 anos de idade!
Fá-los com certeza no Céu, junto de uma filha, tenra idade para lá partiu, à qual ofereceu esta belíssima melodia literária:

«Planando entre os anjos,
como uma andorinha
ou voo de véu…
faz hoje vint’anos
uma filha minha.

Festeja-os no Céu».


Ascendência do Poeta:

Henrique Ribeiro Albuquerque (irmão do Poeta Tomás Ribeiro), casa comMaria da Encarnação Sousa e Melo. Do casamento nascem: Tomás Ribeiro Melo; Ester e, ainda, Henrique e Jorge que não deixam geração.
Tomás Ribeiro de Melo casa com sua prima Maria das Dores da Glória. Nasce Rodrigo de Melo; casa com Margarida Melo e, do seu casamento nascem três filhos: Encarnação Melo, Glória de Melo e Rodrigo Emílio

Rodrigo Emilio. Parada de Gonta.jpg RodrigoEmilio Casa S.Jose PGonta.JPG RodrigoEmilio.casamento em PGonta.jpg RodrigoEmilio.Pgonta.jpg Joaquim Lacrau.Joao Praga.Rodrigo Emilio.Joaquim Carolo.Amigos de PGonta.JPG

Rodrigo Emílio cresceu entre Lisboa e Parada de Gonta; muito mais na Aldeia onde os seus familiares repousam e onde escolheu ficar, também, para a eternidade!
Defensor de princípios e valores pátrios assentes nas suas convicções fortemente nacionalistas, sofre consequências da grande oposição em que baseou a sua actividade política no pós 25 de Abril de 1974.
Poeta de imagens literárias profundas e abrangentes, escreve com a facilidade e o talento que herdara dos seus antepassados directos.
Tem na escrita uma arma ao serviço dos ideais que sempre nortearam a sua vida!
Seus filhos (Rodrigo Victor, Gonçalo, e Constança), produziram um documento completo e exemplar, onde podemos conhecer o Homem e o Poeta.
Mais do que aqui podemos referir, melhor é visitar o sítio:
http://www.rodrigoemilio.com/

«Cantou» também a sua Aldeia, idealizando e perspectivando, então, aquele que, muitos anos depois, viria a ser uma realidade: o Estádio Tomás Ribeiro (hoje, um espaço desportivo concreto, propriedade da ADRC-Associação Desportiva Recreativa e Cultural de Parada de Gonta, onde se pratica o futebol federado e outras modalidades. Apenas não se confirma a “relva mole”):

«Faça chuva ou faça sol,
orvalhada ou nevoeiro,
vai-se jogar futebol,
não no adro ou no terreiro,
mas em campo de erva mole:
O Estádio Thomaz Ribeiro!»


Num singelo reconhecimento, queremos lembrar alguns momentos que partilhámos na sua Casa S. José em Parada de Gonta, apreciando a sua companhia, tantas vezes ao som dos amigos do fado, que vinham de Tondela para tocar e cantar, lá no cimo da Torre, apreciar o bom tinto colhido na Aldeia e passar um serão em amena cavaqueira.«Bem-hajam e até mais ver»

Reconhecidos, deixamos a sua vontade, última


«Quando eu morrer,
não haja alarme!
Não deitem nada,
a tapar-me:
- nem mortalha.

Deixem-me recolher
À intimidade da minha carne,
Como quem se acolhe a um pano de muralha
Ou a uma nova morada,
Talhada pela malha
Da jornada…

- E que uma lágrima me valha…!
Uma lágrima – e mais nada…»

RODRIGO EMILIO repousa no cemitério de Parada de Gonta, no jazigo da Família!



publicado por paradadegonta às 16:17
link do post | comentar | favorito
|

17 comentários:
De Anónimo a 20 de Fevereiro de 2006 às 11:59
Será que a ADRC-Associação Desportiva Recreativa e Cultural de Parada de Gonta consegue realizar sonhos que se têm quando se está bem acordado? Aqueles sonhos que se concretizam sentados num avião rumo à ilha encantada? Inspirei-me neste artigo para lançar o desafio porque assim traziam em mão um livro deste poeta. Será só sonho?! Talvez :)Blueyes41
(http://silvarosamaria.blogs.sapo.pt)
(mailto:rosasilva@vodafone.pt)


De Anónimo a 20 de Fevereiro de 2006 às 11:29
Um abraco da familia de Rodrigo Emilio e um grande bem haja pela homenagem prestada. Foi sem duvida um dos momentos altos do meu passado dia 18 de Fevereiro.
Continuacao do bom trabalho de divulgacao de Parada de Gonta. Um abracoGoncalo Melo
(http://www.rorigoemilio.com)
(mailto:info@rodrigoemilio.com)


De Anónimo a 19 de Fevereiro de 2006 às 18:21
Rodrigo Emilio ficaria contente com a homenagem que tu aqui no Blog Parada de Gonta lhe prestas.Foi um homem de convicções fortes e um poeta que deixou obra.Parada de Gonta reconhece-lhe isso.Que descanse como foi seu desejo.Um abraço para ti carlos.Agostinho
(http://arteagostinho.blogs.sapo.pt)
(mailto:ag_silva@hotmail.com)


De Anónimo a 19 de Fevereiro de 2006 às 17:11
Consternado com a notícia de um contacto de infãncia que a vida não mais me aproximou. Gostei muito destes poemas. Sentia-ne no Rodrigo uma sensibilidade especial. Que se confirma. Um belo post que dignifica este blog, cada vez mais desejado. Parabens.ep
(http://www.porviseu.blogs.sapo.pt)
(mailto:porviseu@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Fevereiro de 2006 às 12:41
ainda bem que publicou, não conhecia mas gostei de saber, e conhecer esses belos poemas.

desculpem só agora ter criado um link na minha página.

continua esse bom trabalho sobre Parada.

Paulo
(http://bugosa.blogspot.com)
(mailto:bugosa@sapo.pt)


De Anónimo a 18 de Fevereiro de 2006 às 20:20
Que no Céu cantem em coro porque o poeta Rodrigo Emílio bem o merece... e eu aqui comovo-me com tanta beleza. Obrigado por partilhares connosco esta maravilha.Blueyes41
(http://silvarosamaria.blogs.sapo.pt)
(mailto:rosasilva@vodafone.pt)


De Vítor Ramalho a 1 de Maio de 2006 às 16:40
Mais uma justa homenagem ao grande poeta e patriota Rodrigo Emílio.


Comentar post

mais sobre mim
arquivos

Março 2017

Janeiro 2017

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

posts recentes

Assim nasce uma nova era....

Imagens que fazem a histó...

...

PARADA DE GONTA, SEMPRE!

E, por fim, TONDELA!

LEMBRANDO...

(...6) Em SINES e...

(...5) Em Carnaxide!

(...4) Em Coimbra!

Parada de Gonta,Terra de ...

(…3) Em Reguengos de Mons...

GILBERTO AMARAL. Casament...

(...2) Na Serra!

Parada de Gonta, pelo Paí...

Dos EUA a PARADA de GONTA...

...

PERCURSOS PEDESTRES!

PÁSCOA DE HOJE. PÁSCOA DE...

ESTAMOS EM TRABALHOS DE M...

MANUEL VIEGAS. Um Coração...

SIMBOLOS DE OUTROS TEMPOS...

A PRIMAVERA ENTROU POR AQ...

CORES DA NATUREZA. PERFUM...

PARADA DE GONTA EM FESTA ...

RODRIGO EMILIO.Poeta de P...

O CICLO DA BROA.

PARADA de GONTA. Continua...

NATAL de PARADA de GONTA!

FESTA À N.ª Srª da CONCEI...

CASAS DA ALDEIA!

Parada de Gonta Reconhece...

PARADA DE GONTA, Arqueoló...

Lembrando Os Que Já Parti...

QUINTAS de Parada de Gont...

Escola do 1.º Ciclo, Para...

Casas Típicas da Aldeia!

ESTAÇÃO Caminhos-de-Ferro...

A Descendência Artística ...

Ainda. As Noites da Aldei...

A NOITE COM ELA...

08 de Julho de 1880 - 08 ...

1 de Julho de 1831 – 1 de...

...

FONTES DA ALDEIA!

PARADA DE GONTA, 121 ANOS...

PARADADEGONTA RECONHECE O...

Fábrica de Lanifícios. 10...

...

Ainda as Festas Populares...

A convite de um Amigo...

Viagem Segura
ROMARIA
Grupo do Tacho
usatacho
...
Gilberto Amaral
Arte p 1 Canudo
Dennis Amaral
Luísredevil
Rodrigo Emilio
...
Ass.AmigosPGonta
ADRCPGonta
Escola PGonta
Sant’Ana.05
Website PGonta
...
AZORIANA geminada
(ParadadeGonta&Serreta)
IncertosMomentos
SegundaVida
Terena
Visitantes
Free Web Counter

VOCE ESTÁ AQUI
online

BOA VIAGEM...



pesquisar