Apenas um olhar sobre Parada de Gonta. Uma visão da realidade de ontem, de hoje, de sempre. A Aldeia que foi musa do Poeta, dos Poetas, Tomás Ribeiro, Branca de Gonta Colaço, Rodrigo de Melo...e berço de muitos artistas!
Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2006
PARADA DE GONTA EM FESTA NOS E.U.A - Um Forte Abraço a Todos os Paradenses!

25.08.2005 10911.461.jpg

Parada de Gonta foi e é, ainda, uma Terra de emigrantes!

Uma grande parte dos seus filhos encontra-se espalhada pelos “quatro cantos do mundo”.
Apesar da distância, os Paradenses no mundo nunca esqueceram a sua Aldeia. Manifestam de várias formas o amor e a proximidade à Terra Natal. Ou através das visitas anuais, normalmente no Verão; na construção ou reconstrução de moradias, tornando mais bela e mais rica esta “Aldeia Formosa”; pelo contributo financeiro que anualmente dão para a realização das Festas Populares de Santa Ana e para outros acontecimentos ou situações que entendem merecer o seu apoio, etc.
Seja qual for o País, onde há um Paradense ali reside, também, uma imensa saudade e uma enorme vontade de voltar a Parada de Gonta ou de lhe prestar o seu contributo, sem que a distancia constitua qualquer obstáculo.
bandeira EUA.jpg brasao pgonta.jpg bandeira Portugal.jpg
Ao longo dos anos a comunidade emigrante nos EUA, mais especificamente em N.Jersey, tem-se organizado localmente proporcionando a angariação de fundos financeiros destinados a melhorias em Parada de Gonta.
Lembramo-nos que o actual campo de futebol (Estádio Tomás Ribeiro) teve a comparticipação financeira de alguns milhares de contos (moeda antiga) para aquisição do terreno, por uma Comissão então constituída por Paradenses ali emigrados; também contribuíram, na década de oitenta, com a oferta ao GCR Amigos de Parada de Gonta, de uma máquina (Bell Howell) de projectar filmes, de 16 mm; a reconstrução da Igreja Paroquial da Freguesia, teve também a sua generosa contribuição.
Mais recentemente e imbuídos do mesmo espírito de sempre, esta Comissão entregou vários apoios financeiros às colectividades de Parada e Gonta (ADRC, ASSODREC, GCRAmigos, Rancho Foclórico), com especial relevo para a Associação de Solidariedade Social Desportiva Recreativa e Cultural visando a construção de um Centro de Dia na Freguesia.

No próximo dia 4 de Março, a COMISSÃO DE AMIGOS DE PARADA DE GONTA, assim designada, sedeada em N.Jersey – EUA, vai organizar mais uma FESTA DE BENEFICIENCIA a favor de Parada de Gonta.
Queremos aqui testemunhar o nosso apreço por todo o empenho destes nossos conterrâneos e relevar o enorme exemplo de SOLIDARIEDADE e AMOR que manifestam por PARADA DE GONTA!

Com certeza que todos os Paradenses nos EUA, são contribuintes deste evento e deste serviço prestado à Terra Natal, contudo queremos aqui realçar aqueles que, actualmente, compõem esta COMISSÃO, enquanto representantes de uma comunidade unida, esforçada e empenhada em criar melhores condições de vida na Aldeia onde nasceram ou pela qual adquiriram laços familiares muito fortes.

Não possuindo todos os nomes dos que compõem esta COMISSÃO, vamos deixar aqui alguns e apelar a que nos façam chegar todos os outros, por email: paradadegonta@sapo.pt ou simplesmente através dos comentários. Nós colocaremos aqui os seus nomes:

Carlos Amaral; Jorge Pereira; Joaquim Aresta; Manuel Viegas; Manuel Felício; Manuel L. Figueiredo; Carlos Figueiredo A.; Lourenço Pereira; Silvio Almeida; Henrique Castainça; José Moreira; ; Fernando Marques; Joaquim Silva.

(São estes os nomes que nos chegaram, via email, pelo nosso amigo Carlos Amaral, através do contacto com o seu genro Luís Carvalho. A todos agradecemos o empenho)

Outros pormenores que nos chegaram pela mesma via:

Lotação --550 a 600 pessoas
Restaurante-- Mediterranean Manor
Local Newark , N.J
Hora local -- 18:30
Musica a cargo do Duo" Força Portuguesa"
Tambem a actuação com o grupo Infantil do Ranch folclorico do Clube
Portugues de Elizabeth, N.J
Convidado Especial: Presidente da Junta de Freguesia de Parada de Gonta


Um Grande Abraço de muita Amizade, para TODOS!


publicado por paradadegonta às 00:03
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|

Sábado, 18 de Fevereiro de 2006
RODRIGO EMILIO.Poeta de Parada de Gonta!

RodrigoEmilio.com.jpg

RODRIGO EMILIO de Alarcão Ribeiro de Melo

Poeta de Parada de Gonta!
Faria, hoje, 62 anos de idade!
Fá-los com certeza no Céu, junto de uma filha, tenra idade para lá partiu, à qual ofereceu esta belíssima melodia literária:

«Planando entre os anjos,
como uma andorinha
ou voo de véu…
faz hoje vint’anos
uma filha minha.

Festeja-os no Céu».


Ascendência do Poeta:

Henrique Ribeiro Albuquerque (irmão do Poeta Tomás Ribeiro), casa comMaria da Encarnação Sousa e Melo. Do casamento nascem: Tomás Ribeiro Melo; Ester e, ainda, Henrique e Jorge que não deixam geração.
Tomás Ribeiro de Melo casa com sua prima Maria das Dores da Glória. Nasce Rodrigo de Melo; casa com Margarida Melo e, do seu casamento nascem três filhos: Encarnação Melo, Glória de Melo e Rodrigo Emílio

Rodrigo Emilio. Parada de Gonta.jpg RodrigoEmilio Casa S.Jose PGonta.JPG RodrigoEmilio.casamento em PGonta.jpg RodrigoEmilio.Pgonta.jpg Joaquim Lacrau.Joao Praga.Rodrigo Emilio.Joaquim Carolo.Amigos de PGonta.JPG

Rodrigo Emílio cresceu entre Lisboa e Parada de Gonta; muito mais na Aldeia onde os seus familiares repousam e onde escolheu ficar, também, para a eternidade!
Defensor de princípios e valores pátrios assentes nas suas convicções fortemente nacionalistas, sofre consequências da grande oposição em que baseou a sua actividade política no pós 25 de Abril de 1974.
Poeta de imagens literárias profundas e abrangentes, escreve com a facilidade e o talento que herdara dos seus antepassados directos.
Tem na escrita uma arma ao serviço dos ideais que sempre nortearam a sua vida!
Seus filhos (Rodrigo Victor, Gonçalo, e Constança), produziram um documento completo e exemplar, onde podemos conhecer o Homem e o Poeta.
Mais do que aqui podemos referir, melhor é visitar o sítio:
http://www.rodrigoemilio.com/

«Cantou» também a sua Aldeia, idealizando e perspectivando, então, aquele que, muitos anos depois, viria a ser uma realidade: o Estádio Tomás Ribeiro (hoje, um espaço desportivo concreto, propriedade da ADRC-Associação Desportiva Recreativa e Cultural de Parada de Gonta, onde se pratica o futebol federado e outras modalidades. Apenas não se confirma a “relva mole”):

«Faça chuva ou faça sol,
orvalhada ou nevoeiro,
vai-se jogar futebol,
não no adro ou no terreiro,
mas em campo de erva mole:
O Estádio Thomaz Ribeiro!»


Num singelo reconhecimento, queremos lembrar alguns momentos que partilhámos na sua Casa S. José em Parada de Gonta, apreciando a sua companhia, tantas vezes ao som dos amigos do fado, que vinham de Tondela para tocar e cantar, lá no cimo da Torre, apreciar o bom tinto colhido na Aldeia e passar um serão em amena cavaqueira.«Bem-hajam e até mais ver»

Reconhecidos, deixamos a sua vontade, última


«Quando eu morrer,
não haja alarme!
Não deitem nada,
a tapar-me:
- nem mortalha.

Deixem-me recolher
À intimidade da minha carne,
Como quem se acolhe a um pano de muralha
Ou a uma nova morada,
Talhada pela malha
Da jornada…

- E que uma lágrima me valha…!
Uma lágrima – e mais nada…»

RODRIGO EMILIO repousa no cemitério de Parada de Gonta, no jazigo da Família!



publicado por paradadegonta às 16:17
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
|

Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2006
O CICLO DA BROA.
Broa de milho!
Broa simples ou com mistura (milho, trigo, centeio), são formas apetitosas e nutritivas que datam de tempos imemoriais.
Muitas vezes símbolo de enorme pobreza, a broa de milho era o único sustento na casa do trabalhador agrícola, quando não era possível chegar a outros recheios alimentares. Cultivando o milho que mais tarde colhia e levava ao moleiro para transformar em farinha nos moinhos do Rio Pavia e Ribeira de Asnes, a população de Parada de Gonta sempre soube produzir broa de enorme qualidade.
Havia, outrora, muitos fornos comunitários onde era feito o «pão-nosso de cada dia» e aquela saborosa «bola com a sardinha» que alimentavam verdadeiras festas familiares.

Noutros tempos Parada de Gonta foi Terra de vários moleiros que chegaram a herdar, até, o nome da profissão (Manuel Moleiro; Eduardo Moleiro; António Tamanquinho; João, Russo do Vieiro; Romão; etc), e que possuíam os seus moinhos junto ao rio e, na Aldeia, o seu «troco» (local onde trocavam a farinha que moíam pelo milho de quem dela precisava).
Hoje, ainda resiste um, – António Custódio, que aproveita a força motriz da água para fazer rodar as mós que esmagam os grãos de milho transformando-os, assim, no pó que permite confeccionar a «Broa» e a «Bola» que ainda se fazem pela Aldeia.
Não no forno comunitário, que já não existe ou está degradado, mas em alguns particulares que ainda se vêm em várias habitações!

Antigo forno em estado de degradacao.jpg

1.Amassando a farinha na masseira.Ciclo da Broa.jpg 2.A cruz para que Deus abencoe o pao.Ciclo da Broa.jpg 3.Aquecendo o forno.Ciclo da Broa.jpg 4.Limpando o lar do forno com o vassoiro para receber a massa.Ciclo da Broa.jpg 5.Batendo a massa na batedeira para colocar na pa e ir ao forno.Ciclo da Broa.jpg

6.Pao e bola dentro do forno.Ciclo da Broa.jpg

7.Retirando o pao e a bola do forno.Ciclo da Broa.JPG 8.Bola de sardinha pronta a comer.Ciclo da Broa.jpg 9.Broa pronta a comer.Ciclo da Broa.jpg

Dicionário da Broa:
- Milho, cereal produzido do cultivo da terra;
- Moinho, local onde são moídos os cereais (milho, centeio) a fim de obter a farinha;
- Forno, local onde se coze o pão (tradicionalmente construído em granito, tijolo e barro);
- Masseira, recipiente de madeira, normalmente rectangular, onde era amassada a farinha;
- Batedeira, recipiente em barro, para dar forma arredondada à massa antes de ser colocada na pá para ser depositada no forno;
- Rapadoira, para rapar a massa da masseira;
- Varredoiro, vassoira com cabo comprido, para varrer o lar (piso) do forno antes de depositar ali a massa;
- Pá do forno, cabo de madeira, comprido, tendo na extremidade um utensílio em ferro espalmado de forma, normalmente redonda, onde é colocada a massa para ser transportada ao interior do forno;

«Pão e vinho põe um Homem a caminho»


Vai um pedaço de Broa e um Tinto do Dão?


publicado por paradadegonta às 22:54
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

mais sobre mim
arquivos

Março 2017

Janeiro 2017

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

posts recentes

Assim nasce uma nova era....

Imagens que fazem a histó...

...

PARADA DE GONTA, SEMPRE!

E, por fim, TONDELA!

LEMBRANDO...

(...6) Em SINES e...

(...5) Em Carnaxide!

(...4) Em Coimbra!

Parada de Gonta,Terra de ...

(…3) Em Reguengos de Mons...

GILBERTO AMARAL. Casament...

(...2) Na Serra!

Parada de Gonta, pelo Paí...

Dos EUA a PARADA de GONTA...

...

PERCURSOS PEDESTRES!

PÁSCOA DE HOJE. PÁSCOA DE...

ESTAMOS EM TRABALHOS DE M...

MANUEL VIEGAS. Um Coração...

SIMBOLOS DE OUTROS TEMPOS...

A PRIMAVERA ENTROU POR AQ...

CORES DA NATUREZA. PERFUM...

PARADA DE GONTA EM FESTA ...

RODRIGO EMILIO.Poeta de P...

O CICLO DA BROA.

PARADA de GONTA. Continua...

NATAL de PARADA de GONTA!

FESTA À N.ª Srª da CONCEI...

CASAS DA ALDEIA!

Parada de Gonta Reconhece...

PARADA DE GONTA, Arqueoló...

Lembrando Os Que Já Parti...

QUINTAS de Parada de Gont...

Escola do 1.º Ciclo, Para...

Casas Típicas da Aldeia!

ESTAÇÃO Caminhos-de-Ferro...

A Descendência Artística ...

Ainda. As Noites da Aldei...

A NOITE COM ELA...

08 de Julho de 1880 - 08 ...

1 de Julho de 1831 – 1 de...

...

FONTES DA ALDEIA!

PARADA DE GONTA, 121 ANOS...

PARADADEGONTA RECONHECE O...

Fábrica de Lanifícios. 10...

...

Ainda as Festas Populares...

A convite de um Amigo...

Viagem Segura
ROMARIA
Grupo do Tacho
usatacho
...
Gilberto Amaral
Arte p 1 Canudo
Dennis Amaral
Luísredevil
Rodrigo Emilio
...
Ass.AmigosPGonta
ADRCPGonta
Escola PGonta
Sant’Ana.05
Website PGonta
...
AZORIANA geminada
(ParadadeGonta&Serreta)
IncertosMomentos
SegundaVida
Terena
Visitantes
Free Web Counter

VOCE ESTÁ AQUI
online

BOA VIAGEM...



pesquisar